Quando a Renata me procurou ela já tinha dado início a organização do casamento dela, super organizada, planilhas montadas, quase todos os fornecedores fechados.

Sabe aquele casal fofíssimo que está junto há anos e faz questão de preparar tudo com o maior carinho? Renata e Patrick foram assim.

Foi um casamento para poucos convidados, só pessoas que realmente importavam para eles, teve DIY na medida exata, pois ninguém se arriscou a fazer o que não sabia. Para vocês terem uma idéia, a decoração foi com mini garrafas de vidro de Coca-Cola e velinhas. Nas mesas menores, tipo bistrô, tinha um tubo de ensaio com Gérberas e envolto de rolo de linha de bordado, o envelope do convite era de tecido, fechado com botão, esses pregados pela Renata (prendada).

Substituindo o livro de assinaturas, foi colocada uma gaiola com love birds (amo) e papéis super especiais que a irmã dela que mora nos Estados Unidos mandou. Aliás, ela mandou também os papéis de scrapbook para os menus que foram colocados na mesa e guardanapos personalizados com love birds. Oiiiiiiiin

O vestido da Renata, ela provou numa loja de locação aqui, pegou a referência do modelo e a irmã dela mandou de lá também. ((Ei, Renata, dá uma irmã dessa de presente pra gente!) A irmã da Renata, não conseguiu vir para o casamento snif 🙁 mas a solução para que ela participasse mesmo que de longe foi transmitir o casamento ao vivo para ela (e ainda tem pessoas que não entendem porque eu gosto TANTO de tecnologia) e ao invés de usar telão para retrospectiva, nós transmitimos a irmã da Renata ao vivo, que desejou felicidades, disse palavras lindas que arrancaram lágrimas de todos os convidados (e algumas pessoas do staff também, mas eu não vou citar nomes. Hehe).

A Re não jogou o buquê, ela fez a brincadeira com as fitas que eu postei aqui. Aliás, essa foto do buquê dá para perceber claramente que não foi o fotógrafo Americo Sperandio quem tirou, fui eu. (Eu como fotógrafa sou uma ótima assessora. hehehe)

E a Re é tão fofa, tão linda, tão querida, que colocou meu nome na barra do vestido dela também! (ou ela está me chamando de encalhadinha mesmo? Hunf…)

A festa foi cheia de carinhos, olhares, emoção e ficou lindo, lindo…